Vita

Spell Forest é uma banda de Black Metal de São Paulo S/P, teve sua formação em 1995, mergulhada nas profundezas do Satanismo tradicional e seu caminho esquerdo de autoconhecimento e poder. Ao contrário do que muitos ateus e pseudo judaico-cristãos pensam, nossas crenças e origens vêm muito antes do que qualquer deus ou mentira bíblica, vem de uma época em que nem se sonharia criar um deus e um povo tão grosseiro, fétido, alienado e manipulador. Nós vivemos e acreditamos em um grande Rei chamado Satanás, que é um nome forte de oposição e questionamento, mas também é possível enumerar dezenas de outros nomes conhecidos e aceitos em diversas culturas, que por sinal são mais antigas do que as religiões dominantes, tais como: Seth, Shaitan, Ahriman, Ishtar, Angra, Mainyu, dentre outros, os quais foram adorados e reverenciados em culturas a cerca de 3000 anos antes do nascimento da religião cristã, que foi responsável por afogar a mulher, a humanidade e toda a terra em milênios de ignorância e manipulação, sendo contra qualquer tipo de avanço ideológico, científico e cultural. Nós somos seres livres e não vivemos em função de um livro escrito por alguém que talvez nunca tenha existido. Vivemos de acordo com o que achamos melhor para nós mesmos, progredimos e crescemos com o nosso próprio esforço e não com rezas baratas para conseguir algo mentiroso e desleal, assim sempre será entre as pessoas que adoram e querem fortalecer a cada dia mais o grande rei das profundezas do abismo.

No entanto, o nosso caminho esquerdo não tem ligação alguma com a escória bíblica ou sequer existe por causa dela, mas gostamos muito de profanar e tocar nesse assunto, porque é o grande e maior mal da humanidade. Profanar essa desgraça e contestar algo que é plena mentira está em nossa alma e em nosso sangue.
Em 1998, houve a entrada de Lord Mephyr (vocalista, guitarrista e tecladista), o qual tornou-se mentor da Spell Forest, também entraram Prosathanus (guitarrista), Amon (baterista) e Flagellum nos teclados.

Nessa mesma época, a Spell Forest realizou seus dois primeiros shows, um deles sendo em São Paulo e o outro em Goiás. Outro fato que não pode ser esquecido e é uma parte vergonhosa do início conturbado da banda, é a expulsão e execração de um ser medíocre chamado Grand Duke Ahriman. Não gostamos muito de citar essa “bosta”, mas já que é uma biografia, acho que nós temos o dever e a obrigação de contar toda a história da banda para nossos fãs e apoiadores. Esse verme com extrema falsidade e desenvoltura na arte da manipulação tinha o intuito de cantar e devido a sua precariedade musical e por ser um completo analfabeto, foi apenas o que tentou fazer.

Devido sua visão conturbada e confusa sobre o ocultismo, logo no começo ele tentou implementar ideias totalmente perdidas sobre o que era o Satanismo, isso previamente proibido e contestado por Lord Mephyr e por fim, foi literalmente humilhado e expulso da banda. Até hoje ele está se modificando, pulando de crença em crença totalmente perdido em suas ideias e como se não bastasse, o ser inapto continua fazendo sua autopromoção barata à custa das artes negras e pensando sempre muito mais em visuais xucros do que em evoluir musicalmente.

Diante de todos os motivos expostos, concluímos que ele sempre foi e sempre será uma pessoa incapaz de lutar por qualquer irmão e até mesmo por si próprio, sendo um covarde que se esconde na luz de sua burrice e menosprezado por qualquer espécie de ser humano. Acreditamos que o fim dele seja um só, como evangélico.